13/12/2009

passeio.

 entre corredores estreitos, flores partidas, despedidas infinitas e céu nublado como se o mundo fosse cair, se encontrava na última fileira, destacado de todos os vizinhos desconhecidos e ilustres, que teriam o mesmo descanso de um domingo eterno, em sua nova casa há um belo cartão de visitas escrito para uma posteridade poética:


 Ali nasceu um


 Aqui morreu outro.

2 comentários:

Rafhaael disse...

meio demográfico, por sinal.

taina disse...

esse é quase o resumo do ano de 2009 pra mim...ainda bem que existem pessoas como o Roberto, pra dizer o que não teríamos a menor condição de nomear...