26/03/2010

[ pré morte ]

desejo é o que respiro e transpiro, faço e não largo. bebo deste copo, embriago nos estragos, me encontro morto numa cena de destruição total, sorrindo, porque tudo é desejo, até morrer de prazer.

Um comentário: