27/09/2010

fragmentos retalhados


de obscuras vozes
se faz dois quartos
vazios
e interior se faz minha morada
separando nossos tempos
verbais
e nominais
de um coração sem endereço.



sem en-de-re-ço.

7 comentários:

Juliana Lima disse...

Um coração sem en-de-re-ço...
Isso me fez lembrar de um coração que eu não podia visitar...
Abraços.

júlia vita disse...

Quero descobrir o endereço do meu...

V disse...

um coração sem endereço, sem visitantes, sem correspondencias...
triste

Isadora P. disse...

Ixi, um coração sem endereço deve ser extraviado com uma certa freqüência.

Triste.

Marianne disse...

acho que já cansei de procurar o endereço do meu coração, e resolvi deixar ele vir até mim, rs :]

aliás, eu não sei se você curte, mas eu indiquei seu blog a três selos; de qualquer forma, veja lá :)

Paula Sant' Anna disse...

Um coração sem endereço.
toca a minha questão do tempo de permanência. Até quando ficar?!

...

Gabi. Amarello disse...

sem endereço, sem chegada, numa proposta partida alguma coisa de muito fina, como uma membrana de horas foi negada.

Po-e-ta