05/10/2010

poema manchado.

Fazer poema
é desmembrar alma
ensanguentar o papel sem tinta
lembrar a dor macia 
de quem vive.

12 comentários:

- Mateus Bernstein disse...

tem gente que acredita que fazer poesia é truque, já diria o Quintana.

Natália Paes disse...

Enchergar doçura na solidão saber transformar a dor macia em lindos versos...

Isadora P. disse...

Lindo isso!

iule Karalkovas . disse...

Meu Rob... Tem um selo para você lá no meu blog... Abraços!

Paula Sant' Anna disse...

ótimo esse.
acho, inclusive, que ao gosto do Manoel.

Gabi. Amarello disse...

a dor macia, a voz agridoce, as mãos divina providência, me proveem o desejo, mudo, mas presente: escrever-te sempre.

Camila disse...

narrar a dor macia
de quem sente
:)

Gabriela Ziegler disse...

muito bons seus poemas, adorei, sem palavras para descrever :)

Tiago disse...

Sempre aviso: Cuidado o poeta está de tocaia na estante, no entanto é sempre tarde demais. Restos de leitor pela sala.

T.

Nicole Carneo disse...

''dor macia''...
lindo demais

Francisco Jamess disse...

gostei dos poemas daqui e o título do blog é o must huahua

tô seguindo =]

Lady Madonna disse...

Profundo... Reflexivo... Quem escreve sabe bem o que você quis dizer. =)
Beijoca!