14/11/2009

flechas

eu propago a liberdade de seu grito

eu dou tapa na sua cara com gozo

eu afago seus seios gritantemente

eu velo seu caixão nos beijos mais profundos

tudo isso com flechas de uma paixão libertina.

Nenhum comentário: