25/02/2010

  um novo amor sempre preenche vazios de velhos amores.

3 comentários:

Sheila disse...

ainda bem! rs

Gabi. Amarello disse...

é vitalidade dinâmica do sentimento. mto bem escrita, é claro.

caarol. disse...

até quando?