14/02/2012

relinchanchada

as buzinas da noite assolam
as crianças das ruas que  brincavam de pastar
os pais relincham frases inaudíveis
relinche.
proibido usar palavras bonitas
elas cheiram a sabotene francês
que a dondoca do quarto andar compra toda semana
ela relincha.
os jovens montam marchas
e esquecem de montar cavalos
jovens relincham.
a tia se incomoda, a meninada vira a cara, os "poetas" esboçam delírios
guitarras distorcem poemas de holofotes
todos relincham
e eu, continuo perdendo minhas apostas
escrevendo poses
e tentando manter prosa
eu relincho.

6 comentários:

Flah Queiroz disse...

Um eterno relinchar. E tilintar... de vidros quebrando.

Sempre bom ler você!

Mateus Bernstein disse...

relinchar é mais fácil.

Rebecca Monteiro disse...

"regresso?"
adorei (:

Fernanda Schimanski disse...

Relinchemos todos!

Hazel disse...

Eis que o morto ressuscita!

Rayanne Albuquerque disse...

Estou a te seguir.
Ótimo lugar, esse cantinho teu.

Forte abraço.